Varzea da Rainha

faz_mta_impressao

Saco de compras

O seu saco tem itens Total: €

Aumentar
Histórias para um livro sem nome

Histórias para um livro sem nome

A obra em referência inclui meia centena de Histórias da vida clínica de um médico vivenciadas na minha prática clínica, apesar de não terem conteúdo científico no sentido rígido da palavra. Abordam tão-somente as várias arestas da relação de um médico com os seus doentes, colegas, e outras pessoas com todos os seus enigmas e conflitos de ordem emocional, politica, social e até, por que não, de reinações, de brincadeiras e de tudo o mais que pode acontecer no quotidiano de um médico que também é uma criatura humana.

Estas histórias percorrem as memórias do curso de Medicina durante o fascismo, do Serviço Médico à Periferia em 1978, da especialidade de Medicina Interna em Coimbra, do período de estadia em Paris como Bolseiro do Governo Francês, da permanecia em Macau como Internista e responsável pela concepção, instalação e funcionamento do Centro de Transfusões de Sangue, do trabalho como médico em São Tomé e Príncipe, Hospitais de Anadia e de Aveiro. Ficam as outras. As de Timor, mais dramáticas vividas no período recente de mais de dez anos passados (ultimo trimestre de 1999 a inícios de 2000), cheias de doenças, de sofrimento, de carnificinas contadas, mas com muita solidariedade humana e médica. Estão já escritas, como estas. Mas seriam necessárias mais duzentas páginas, sem contar com o arquivo fotográfico que documenta as mesmas.

Como refiro no prefácio: Há escritores. Há contadores de histórias. Quero ser apenas um projecto de mais um contador de histórias. Das minhas histórias, ninguém mais o pode fazer. Das histórias da minha vida. Vivida, sentida, sofrida, emotiva, gozada. E do resto, tanto faz. Sem serem literatura. Sem terem um estilo de escrita. Sem serem romanceadas. Sem serem ficção. São apenas uma espécie de fala escrita ou escrita da fala. Uma espécie de faz de conta em que as letras, as palavras e as frases são o sulco da espiral do meu LP das horas velhas. Faz de conta que os seus olhos de leitor são a agulha de um gira-discos sem som amplificado e que apenas vibra e faz ressoar o seu cérebro que liberta aminas, muitas, cada vez mais e das boas. Já agora, só destas.

A ordem da escrita é arbitrária, sem sequência cronológica. Não consigo e não quero. Quem quiser, que ordene estas histórias que se seguem numa ordem qualquer.

  • Nº de páginas 252
  • Peso 400.00gr.
  • Formato 14x22 cm
  • Ano de Edição 2011
  • ISBN 978-989-691-068-6

PVP: €10.00

Para ver outros
ebooks clique aqui